Açúcar mascavo: você conhece?

         Que tal relaxar um pouquinho? Vamos interromper o nosso estudo anterior e dar uma pequena pausa para conhecer as propriedades de um alimento que vem sendo cada vez mais testado em preparações. Você conhece o açúcar mascavo? Certamente já ouviu falar, já consumiu algum alimento que o tinha como ingrediente, mas você sabe quais são as suas propriedades nutricionais? Sabe quais são as suas semelhanças e diferenças entre o açúcar comum? Vamos lá! Aproveite esse espaço para adquirir novos conhecimentos e, além da teoria, é claro, iremos compartilhar uma receita deliciosa.

            Segundo a Sociedade Brasileira de Diabetes, o açúcar mascavo tradicional é um alimento obtido diretamente da concentração do caldo de cana recém-extraído. Por esta razão, em sua produção é eliminado o uso de aditivos químicos que são usados para o processo de branqueamento e clarificação para a obtenção do açúcar refinado comum (açúcar branco). Sua cor pode variar do dourado ao marrom-escuro, em função da variedade e da estação do ano em que a cana é colhida.

            Vários questionamentos surgem a seu respeito, pois as pessoas normalmente não sabem sobre a sua composição, apenas acham que é uma alternativa mais saudável e saborosa. Mas qual a diferença entre o açúcar mascavo e o refinado? O mascavo pelo fato de não passar pelo refinamento mantém as vitaminas e sais minerais da cana-de-açúcar. Apesar disso, a diferença calórica e em gramas de carboidratos não são tão significativas, portanto, deve-se ter cuidado, também, com o seu uso:

  Refinado Mascavo
Calorias (cal) 387 376
Carboidratos (g) 99,9 97,33
Vitamina B1 (mg) 0 0,01
Vitamina B2 (mg) 0,02 0,01
Vitamina B6 (mg) 0 0,03
Cálcio (mg) 1 85
Magnésio (mg) 0 29
Cobre (mg) 0,04 0,3
Fósforo (mg) 2 22
Potássio (mg) 2 346

 

            Sendo assim, como mostra a tabela, podem ser observadas diferenças quanto às fontes de cálcio, magnésio, fósforo e potássio, que são maiores no açúcar mascavo, fato que o mantém com mais qualidades nutricionais. Vale à pena lembrar que no caso dos diabéticos, o seu consumo é liberado, porém sua quantidade deve ser computada conforme as orientações e recomendações para o açúcar comum, pois é igualmente absorvido e eleva a glicemia a patamares semelhantes (ao açúcar comum).

            O açúcar mascavo, hoje, é facilmente encontrado nos mercados, possui um sabor diferenciado, deixando várias receitas mais saborosas. Agora, deixo uma delas para um café da manhã ou chá da tarde:

            Bolo integral c/ açúcar mascavo

 2 xícaras de farinha integral

2 xícaras de açúcar mascavo

3 ovos

1 xícara de água morna a quente

½ xícara de óleo de canola

1 colher de sopa cheia de fermento em pó (pó Royal)

Para misturar a maça você pode optar: 2 maçãs pequenas picadinhas e sem casca e nozes moídas; banana picadinha com uva passa; castanhas, mel, alguns condimentos como canela, cravo, ou o que preferir.

Preparo: peneirar a farinha, o açúcar mascavo e misturar bem. Em uma travessa bater os ovos e misturar com a água e o óleo. Despejar junto aos ingredientes peneirados e mexer bem. Acrescentar as frutas picadas (ou o ingrediente que escolheu) e misturar bem. Por último, colocar o fermento mexendo levemente, e levar ao forno pré aquecido em forma untada. Se quiser, pode ser feita uma calda com açúcar mascavo, mel e manteiga culinária para colocar em cima do bolo.

Foto ilustrativa

Bom apetite!